sexta-feira, 4 de janeiro de 2008

Cinco Dólares... Ou Um Saquinho de Alfafa!

Para início de conversa, eu sou o colaborador da sétima arte neste que é o Pior Blog do Brasil (tem que fazer eco mesmo? Que merda, hein? Ok... "sil, sil, sil..."). Para ficar ainda mais fácil para você entender, a sétima arte é o chamado cinema. Cinema é aquele lugar onde você vai com a sua turminha ficar fazendo zona, rir alto e de maneira forçada de coisas sem graça, jogar pipoca ou bala halls chupada nas pessoas que estão tentando assistir algo que pagaram para ver: um filme. Ah, você faz parte de outra casta de freqüentadores? Aqueles que vão com as suas respectivas acompanhantes pra dar uma bolinada já que o Motelcaro, né? Mas mesmo assim, não vê porcaria nenhuma de filme. Ah, então se você faz parte da terceira, sensata e agraciada casta - aqueles que pagam pra ver um filme e realmente VÊEM o que é exibido - seja muito bem vindo a ler e comentar aqui. Mas só de você estar neste blog que é o Pior Blog do Brasil (tá, tá... Já sei... "sil, sil, sil...") quer dizer que alguma coisa de errada há contigo. Mas não sou psicanalista pra analisar todo seu trauma de fase oral e coisas do tipo. Eu tenho como incumbência relatar periodicamente sobre cinema. Não importa o que seja: novidades em produção (pré, em ou pós produção), notas informativas, agenda do circuito de salas, filmes antigos, filmes estreantes, filmes que não vão estrear, filmes que poderiam acontecer, filmes que não deveriam acontecer, indicações a premiações ao redor do mundo e todo esse blá blá blá. Mas eu também dou nota pro que eu avalio. E os critérios são cinco: 1) Marketing - um filme para se dar bem tem que saber se vender ao público. Assim, trailers e projetos publicitários são avaliados, pra início de conversa; 2)Enredo - análise da história apresentada, se faz sentido, se é boa, ruim ou qualquer outra coisa que Hollywood faça para caçar os níqueis de nossos bolsos; 3)Desenvolvimento - a forma como o diretor conseguiu conduzir e montar seu filme baseado na estrutura que recebeu como apoio e a história lhe dada em mãos; 4)Elenco - um filme sem elenco é como assistir ao canal do tempo durante 2 horas seguidas: não dá!; e 5)Produção - aqui se inserem os artifícios Cenário, Figurino, Fotografia, Efeitos Especiais, Efeitos Visuais, Trilha Sonora, Edição e Continuidade. Cada quesito aprovado, ganha o que chamo de "Um Dólar", uma pontuação de prestígio (não vai querer trabalhar com Real, não é?). O máximo que um filme pode conseguir nessa minha avaliação são (vamos lá, matemáticos do Mobral) "Cinco Dólares". Mas se um filme não consegue agradar nenhum dos cinco quesitos, sabe o que ele ganha? Um saquinho de alfafa. Sim, em homenagem ao Pistoleiro Veloz, o impiedoso! E vocês também podem opinar. Comentem se o filme ou notícia merecem "Cinco Dólares ou Um Saquinho de Alfafa". Apresentações feitas. Então, até a próxima.

2 comentários:

Moshi disse...

soh pra ter um comentario de misericordia

Renato Bacon disse...

post de pena

Arquivo do blog